As luzes LED para cultivo emitem UV?

do LED grow lights emit uv

As luzes de cultivo de LED revolucionaram o mundo da jardinagem interna, superando as luzes de cultivo tradicionais. Com seu tamanho pequeno, baixo consumo de energia e longa vida útil, eles são a escolha ideal para entusiastas de jardinagem interna.

Há preocupações entre os entusiastas da jardinagem sobre o dano potencial da luz ultravioleta (UV) emitida pelas luzes de cultivo de LED. Este tipo de luz pode danificar as células vegetais e dificultar o crescimento.

Além disso, os produtores de cannabis costumam perguntar sobre a presença de luz ultravioleta nas luzes de LED das plantas. Enquanto alguns indivíduos são cautelosos com a exposição aos raios UV, outros precisam dela para o crescimento ideal das plantas.

As luzes LED de cultivo emitem UVs nocivos que podem afetar negativamente o crescimento das plantas? Vamos desvendar esse mistério examinando o tipo de UV emitido por essas luzes e seu efeito nas plantas.

Este artigo tem como objetivo explorar e comparar os parâmetros UV de várias luzes de cultivo. Analisaremos a fonte e a atenuação de UV em luzes LED de cultivo e explicaremos detalhadamente os requisitos de UV de diferentes plantas.

Ao fazer isso, esperamos ajudá-lo a entender os efeitos do UV-A e outras proporções espectrais no crescimento das plantas.

Além disso, forneceremos orientações sobre a seleção de luzes de cultivo de LED de alta qualidade que emitem níveis seguros de UV. Nosso objetivo é capacitá-lo a tomar decisões informadas ao escolher luzes LED para cultivo.

As luzes LED para cultivo emitem raios UV?

Sim, as luzes de cultivo LED emitem uma pequena quantidade de UV, mas principalmente UV-A, que não é suficiente para prejudicar as plantas.

Você entende UV? Vamos apresentar brevemente o que significa UV.

O que significa UV

A radiação ultravioleta (UV) é uma radiação eletromagnética com comprimentos de onda entre 10 e 400 nanômetros (nm), invisível ao olho humano. Dependendo do comprimento de onda, UV é dividido em três tipos.

  • UV-A: comprimento de onda 315-400nm, quase inofensivo para humanos e plantas, pode promover a síntese de vitamina D no corpo humano e o crescimento de plantas.
  • UV-B: comprimento de onda 280-315nm, pode causar queimaduras solares em humanos e fotodanos nas folhas das plantas, mas ainda é benéfico para a síntese de vitamina D do corpo humano e floração das plantas quando na quantidade certa.
  • UV-C: comprimento de onda 200-280nm, alta energia e tem um forte efeito bactericida, danos às células do corpo humano e vegetal, é difícil obter de fontes de luz natural.

As luminárias LED para cultivo emitem um baixo nível de radiação UV, principalmente UV-A, como resultado dos aditivos e fósforos utilizados em sua fabricação.

No entanto, esses níveis são absolutamente seguros e podem, de fato, auxiliar no crescimento das plantas. Além disso, a emissão de UV-B dessas luzes é mínima e bem abaixo do limite seguro.

As luzes de cultivo LED para plantas são fabricadas profissionalmente para garantir níveis seguros de UV. Isso ajuda a aliviar qualquer preocupação com a radiação UV para os usuários.

Em comparação com as lâmpadas de sódio de alta pressão, as luzes de cultivo LED têm uma saída UV muito menor, com apenas 3-5% desta última, de acordo com os testes.

Taxas de UV diferem em LED Grow Light

A proporção apropriada de UV também afeta o ciclo de crescimento das plantas, que é um fator que os produtores precisam considerar ao escolher as luzes LED de cultivo.

  • Alguns produtos aumentam o UV-A em 5-15% para ajudar no desenvolvimento do pólen e no metabolismo secundário.
  • Alguns produtos têm uma saída UV muito baixa e requerem suplementação UV adicional.
  • Alguns produtos oferecem luz de preenchimento UV opcional, produzindo principalmente UV-A de 365 nm.

Cada marca de luz LED para cultivo tem diferentes parâmetros de produto.

Vamos dar uma olhada nas taxas de UV das lâmpadas LED para plantas desses fornecedores de lâmpadas para plantas.

  1. Auxgrow série FC06 é projetado com UV, luz azul e vermelha aprimorada. UV e luz vermelha e azul podem ser ajustados de forma independente. As luzes de cultivo de espectro ajustável são ideais para o cultivo de cannabis.
  2. Os produtos de luz de crescimento do Horticulture Lighting Group (HLG) fornecem dispositivos de luz suplementar UV-A ajustável de 0 a 10%, que podem ajustar a saída de UV de acordo com as necessidades de diferentes estágios de crescimento da planta. Este é um esquema de design ideal.
  3. Califórnia Lightworks’ As luzes de crescimento SolarStorm fornecem 3% de UV-A (380 nm), a saída é menor, principalmente por questões de segurança. As necessidades de UV de algumas plantas em certos estágios de crescimento podem não ser atendidas.
  4. As luzes de cultivo PhytoMAX da Black Dog LED fornecem 3,4% de UV. Este projeto é baseado principalmente em considerações de segurança, e a saída de UV é tão pequena que pode ser ignorada. Não é propício ao crescimento normal de algumas plantas.
  5. A luz UV suplementar dos produtos de luz de crescimento da Mars Hydro varia de apenas 0,5% a 3%, o que pode ser difícil de atender às necessidades da maioria das plantas durante os ciclos normais de crescimento, não é o ideal.

A partir dos exemplos acima, podemos ver que diferentes marcas e produtos de lâmpadas LED variam muito na saída de UV.

Algumas marcas como Auxgrow e HLG têm um conceito de design mais avançado, considerando as reais necessidades UV das plantas e tornando-o ajustável. Mas outras marcas têm saída de UV muito baixa ou não são ajustáveis, o que afetará o crescimento da planta.

Portanto, ao escolher luzes LED para cultivo, considerar os parâmetros de saída UV e a capacidade de ajuste são essenciais. Ele fornecerá o ambiente de crescimento mais adequado para as plantas.

Isso também confirma o ponto levantado no início do artigo de que o UV das luzes LED para cultivo não é necessariamente insuficiente ou excessivo para todos os produtos. A chave é escolher com cuidado.

Luzes de crescimento LED emitem uv

Sem UVA e UVB prejudiciais em luz de crescimento de qualidade superior

As luzes de cultivo LED de qualidade não produzem quantidades prejudiciais de UVB (280-315nm) e UVC (200-280nm), que é um de seus indicadores importantes.

Testes de pesquisa mostram que as lâmpadas LED de alta qualidade emitem no máximo 1 W/m2 de UVB. O grow light modelo P900 da Platinum LED produz apenas 0,36 W/m2 de UVB a uma distância de 20 polegadas da planta, o que está bem abaixo dos níveis nocivos. Além disso, a saída UVC é mínima.

As luzes de cultivo LED de alta qualidade produzem substancialmente menos radiação UVB em comparação com outros tipos de luzes de cultivo. Por exemplo, as lâmpadas de sódio de alta pressão da GE Lucalox emitem 11,9 W/m2 de radiação UVB à mesma distância, que é mais de 40 vezes maior do que as lâmpadas LED de cultivo de alta qualidade.

Observou-se que as luzes de cultivo LED de boa qualidade são capazes de evitar danos às plantas, utilizando diodos emissores de luz e fósforos de alto nível e implementando um sistema óptico e de calor bem projetado para minimizar as emissões de UVB e UVC. Em comparação com luzes de cultivo alternativas, suas emissões de UVB e UVC são insignificantes.

Se você deseja comprar luzes LED para cultivo, é importante selecionar aquelas que tenham um nível de UVB abaixo de 1W/m2 e muito pouca ou nenhuma saída de UVC. Isso ajudará a evitar qualquer dano às suas plantas causado pela exposição excessiva à luz.

Você pode encontrar marcas de luz de cultivo de alta qualidade, como HLG, Auxgrow e California Lightworks, que oferecem produtos que atendem a essas especificações, com níveis de UVB e UVC bem abaixo dos limites nocivos.

As luzes de cultivo LED com conteúdo UV ajustável são ideais para plantas, pois permitem a personalização de acordo com suas necessidades.

O uso de luzes LED de alta qualidade garante uma produção segura e sustentável com a máxima eficiência.

Parâmetros UV de luzes LED para cultivo

Para usuários profissionais, os parâmetros UV das luzes de cultivo LED são extremamente importantes. Eles determinam os efeitos no crescimento das plantas e na fotossíntese. Aqui podemos analisar os seguintes aspectos.

  1. Saída específica do espectro UV. As luzes de cultivo LED de alta qualidade fornecem UV-A (315-400nm) e uma pequena quantidade de saída UV-B (280-315nm), e a saída UV-C (200-280nm) é próxima de zero. Isso ajuda na geração de vitamina D e no crescimento normal das plantas.
  2. Densidade de energia UV. Geralmente, a densidade de potência de UV-A requer 10-30mW/cm2 e UV-B requer 1-3mW/cm2. Muito alto pode causar fotodano, muito baixo para exercer efeitos biológicos. Os usuários profissionais escolherão produtos com parâmetros ajustáveis.
  3. A proporção de luz vermelha para UV. Uma proporção entre 3 e 10 é mais adequada. Muita luz vermelha inibirá o efeito do UV, enquanto muito pouco tornará o efeito do UV muito forte. Isso precisa ser ajustado de acordo com as características de crescimento da planta.
  4. A proporção de UV para outros espectros. Por exemplo, a proporção de UV para luz azul entre 0,5 e 2 é melhor. Demasiada luz azul cancela os raios ultravioleta e afeta a fotossíntese. Isso também precisa ser ajustado de acordo com as necessidades espectrais da planta.
  5. Se a saída UV é ajustável. Este é um dos fatores-chave para usuários profissionais. A saída de UV ajustável pode maximizar os efeitos biológicos de UV em diferentes estágios de crescimento. Os produtos de saída fixos têm funções relativamente únicas e os efeitos reais são difíceis de alcançar.
  6. A coordenação do gerenciamento térmico e UV. O UV aumentará a temperatura da fonte de luz, o que requer que as luzes LED tenham um bom design de dissipação de calor, caso contrário, as altas temperaturas acelerarão a deterioração do UV e afetarão seus efeitos biológicos. Este também é um padrão de referência importante para os usuários profissionais escolherem produtos.
  7. A taxa de decaimento de UV e outras bandas. Os produtos LED de alta qualidade têm uma taxa de decaimento de UV e outras bandas principais (como luz azul e vermelha) dentro do mesmo intervalo. Isso pode garantir a proporção e a consistência da densidade de potência entre cada banda e maximizar o efeito biológico do UV. Este também é um dos sinais para julgar a qualidade dos produtos.

Em resumo, para usuários profissionais que compram luzes LED para cultivo, os parâmetros UV são fundamentais.

Os produtos ideais devem ter saída espectral e UV ajustável, proporção científica de cada banda, excelente design de gerenciamento térmico e taxa de decaimento consistente de cada banda.

Isso pode garantir o melhor efeito UV sob diferentes condições de crescimento e alcançar uma produção de plantas eficiente e de alta qualidade.

As luzes das plantas têm que ser UV

As luzes das plantas precisam ser UV?

As luzes LED para cultivo são equipadas com saída UV apropriada principalmente para atender às necessidades crescentes de várias plantas e produzir um ambiente completo e com luz natural.

  1. Para atender às crescentes necessidades de plantas sensíveis à luz, como a cannabis.

Plantas sensíveis à luz, como a cannabis, precisam de luz forte durante o crescimento, especialmente UV-B e luz azul.

O UV-B apropriado pode promover o nanismo da cannabis e aumentar o conteúdo de alcaloides, que são fatores-chave que afetam a qualidade e o rendimento da cannabis.

Ao mesmo tempo, o UV-B também ajuda no crescimento normal de outras plantas sensíveis à luz, como tomates e cenouras.

  1. Para simular um ambiente de luz natural e aumentar a autenticidade das luzes LED de cultivo.

Além da cannabis, as plantas em geral também recebem radiação UV adequada em condições de luz natural, o que ajuda na geração de vitamina D e na regulação de outras funções fisiológicas.

O equipado com saída UV-A e UV-B apropriada pode fazer com que as luzes de cultivo LED produzam um ambiente de luz mais natural e confortável, o que é benéfico para o crescimento normal da maioria das plantas.

Obviamente, a saída de UV precisa ser rigorosamente controlada em um nível seguro. O excesso de UVB e UVC pode causar fotodanos e mutações, que podem prejudicar o crescimento das plantas.

O nível de saída de UV deve ser rigorosamente controlado e a proporção com outros espectros atinge o ideal. Esta é a chave para garantir que o UV exerça efeitos biológicos sem prejudicar as plantas.

É também uma característica importante e uma vantagem das luzes de cultivo LED de alta qualidade atualmente. No entanto, o controle da taxa de UV e do nível de produção também precisa considerar as características específicas e as necessidades de crescimento das plantas.

Isso requer que o cliente ou o agente de iluminação da planta comunique-se totalmente com o fabricante ao comprar e escolher a solução de produto mais adequada.

Quanta luz ultravioleta as plantas precisam?

Vamos dar um exemplo simples da quantidade de UV necessária para cannabis, tomates, cenouras e vegetais folhosos.

  • maconha

Esta é uma planta sensível à luz cujo processo reprodutivo requer níveis mais elevados de UV, especialmente UV-B.

No estágio inicial de crescimento da cannabis, recomenda-se que o UV-B esteja em torno de 5-10W/m2, com relação UV para IR entre 3-5.

Mais tarde, no crescimento, o UV-B pode ser reduzido para 3-7W/m2 com uma relação IR entre 1-3. O UV-B moderado ajuda a diminuir a cannabis e aumenta o acúmulo de alcaloides.

  • Tomates e cenouras

Essas duas plantas também são espécies sensíveis à luz e seus requisitos de UV-B são ligeiramente inferiores aos da cannabis.

Geralmente, UV-B em 3-7W/m2 e controle de taxa de IR entre 2-4 é mais apropriado. A quantidade certa de UV-B pode promover a fotossíntese e o crescimento.

  • Vegetais folhosos

Vegetais folhosos têm baixos requisitos de UV. UV-B muito alto pode facilmente causar fotodano. Em geral, UV-B não excede 5W/m2, e a relação com IR é controlada entre 0,5-1,5.

Vegetais folhosos são mais adequados para luzes LED de espectro completo ou luz natural ao ar livre para cultivo.

Existem amigos que estão confusos, aqui o UV-B da maconha é recomendado em cerca de 5-10W/m2, enquanto o padrão UV-B de luzes LED de alta qualidade mencionado anteriormente é de 1W/m2.

Quanta luz ultravioleta as plantas precisam

O nível de saída UV-B de 1W/m2 mencionado é considerado principalmente um nível mais seguro para plantas em geral.

Como uma planta sensível à luz, a cannabis tem uma tolerância maior para UV-B, então a exigência de UV-B durante o crescimento também aumentará de acordo. Este é o resultado de considerar os parâmetros ideais para diferentes tipos de plantas.

Embora 1W/m2 de saída de UV-B seja mais seguro para plantas em geral, esse baixo nível é difícil de atender às crescentes necessidades de plantas sensíveis à luz, como a cannabis. Ao considerar as características de crescimento da cannabis, a faixa de saída UV-B de 5-10W/m2 é mais razoável e apropriada.

Nesta contradição, a saída de 1W/m2 e 5-10W/m2 UV-B mencionada refere-se à faixa de referência ideal em diferentes plantas e estágios de crescimento.

1W/m2 pode evitar fotodanos para plantas em geral, enquanto 5-10W/m2 no curto prazo durante o crescimento da cannabis ajuda no crescimento.

No entanto, a irradiação acima de 10W/m2 por muito tempo ainda não é recomendada. Um julgamento abrangente é necessário durante o uso.

Isso também exige que os usuários escolham o melhor esquema de configuração do produto e faixa de parâmetros de acordo com o tipo de planta no momento da compra.

Esperançosamente, por meio desta explicação e suplemento, essa contradição pode ser esclarecida e uma compreensão mais abrangente e precisa pode ser fornecida.

Conclusão

É importante observar que as lâmpadas LED das plantas emitem UV, mas isso é feito de maneira segura e controlada.

A razão para isso é que níveis moderados de luz ultravioleta podem ajudar as luzes LED a fornecer a quantidade necessária de fertilidade para vários tipos de plantas, resultando em um ambiente de luz mais natural e abrangente.

Para determinar a qualidade de uma luz LED para cultivo, é importante observar fatores como saída espectral e UV, estabilidade do desempenho do produto, profissionalismo no atendimento ao cliente e opções de personalização.

As configurações científicas adequadas para os parâmetros de desempenho são cruciais para alcançar condições e resultados de crescimento ideais.

Como gerente de marketing digital da AUXGROW, Jayes combina paixão por sistemas hidropônicos e experiência em luzes LED de cultivo. Com experiência prática e profundo conhecimento, Jayes guia você pelo mundo do cultivo sustentável.

Compartilhe este post com seus amigos

Produtos Mais recentes

Lâmpada LED para cultivo com efeito de estufa
controlador de luz led inteligente
Controlador Inteligente de Lâmpada LED para Crescer

Recomendar artigos

Entre em contato conosco!

Ative o JavaScript em seu navegador para preencher este formulário.
Nome
** Sua privacidade será protegida

Contate-nos

E-mail: sales@auxgrow.com
WhatsApp: +8618520350256
Telefone: +86-20-84785360
Endereço: Parque Industrial de Qichuang,
No.801 Qiaoxing Avenue, Shatou Street,
Distrito de Panyu, Guangzhou

Copyright © Guangzhou Vanten Technology Co., Ltd. Todos os direitos reservados.

Role para cima

Get Catalogue & Quote

Ative o JavaScript em seu navegador para preencher este formulário.
** Sua privacidade será protegida